segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Viagem a Madrid: Dia 1

Às 6h30 da manhã do dia 29 de julho de 2012 (sexta-feira), levantamos voo do aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, com destino ao aeroporto de Barajas em Madrid, pela companhia aérea low cost Ryanair. O total pago pelo bilhete de avião, ida e volta e por pessoa, foi de 39,98€. A viagem foi muito tranquila e demorou cerca de 1h15, ou seja, aterramos em Madrid às 8h45 locais, tal como estava previsto. O aeroporto de Barajas fica a cerca de 15 km do centro de Madrid e a maneira mais fácil, rápida e económica de se dirigir ao centro é apanhar o metro no próprio aeroporto e sair numa estação perto do seu hotel. Por este trajeto paga-se 2€ (1€ que é o preço de um bilhete normal de metro + 1€ de suplemento do aeroporto). No nosso caso, como ficamos no Hotel Best Western Arosa,de 4 estrelas, em plena Gran Vía, saímos na estação de metro Gran Vía, após duas rápidas trocas de linha na estação dos Nuevos Ministerios e Tribunal. Temos que confessar que após 1h15 no ar e principalmente depois de 20min de metro sempre de baixo da terra, sair na estação Gran Vía de baixo de um calor e sol radiante, rodeado pela beleza arquitetónica daquela artéria da cidade, foi uma excelente sensação, um grande cartão de visita e um bom presságio para o resto desta viagem.

Estação de Metro da Gran Via

Às 9h30, tratadas as burocracias habituais e com as malas já entregues no hotel (pelo qual pagamos 247,64€ por um quarto de casal por 5 dias / 4 noites, o que me pareceu uma excelente promoção dada a qualidade do hotel e principalmente a sua localização), atravessamos a rua para ir tomar o pequeno-almoço ao Starbucks. Após as energias recompostas, começamos a percorrer a bela Gran Vía em direção à Plaza de España e a partir de Callao percebemos que, de facto pelo número de teatros a apresentar musicais, o apelido de Broadway Madrileña não foi dado ao acaso.

Starbucks na Gran Via
Gran Via
Torre de Madrid
Edifício España
Monumento a Miguel Cervantes, no centro da Plaza de España

Vista a Plaza de España, que é um dos extremos da Gran Via, decidimos percorrer a totalidade da Gran Vía no sentido inverso até à Fuente de Cibeles e, depois, Puerta de Alcalá (cerca de 2,2 km). Pelo meio deste percurso ainda fomos fazer umas compras ao El Corte Inglés, em Callao, passamos no hotel para ver o quarto e deixar lá as compras feitas e aproveitamos também para almoçar no McDonalds que existe ao pé do hotel.

Gran Vía
Edifício Metrópolis
Palácio de Cibeles
Fuente de Cibeles
Vista da Puerta de Alcalá para a Fuente de Cibeles e Edifício Metrópolis
Puerta de Alcalá

Posto isto, seguimos caminho em direção ao Parque del Retiro, onde passamos a tarde. O Parque del Retiro é um belo parque urbano com 118 hectares, construído entre 1630 e 1640.

Monumento a Alfonso XII, no Parque del Retiro
Monumento a Alfonso XII
Monumento a Alfonso XII
Um esquilo a meio de uma refeição
Palácio de Cristal

Às 19h seguimos rumo até ao Triângulo de Ouro da Arte de Madrid, que inclui o Museo del Prado (preços), o Museo Reina Sofia (preços) e o Museo Thyssen-Bornemisza (preços). Tínhamos entrada gratuita no Museo del Prado (pelo facto de sermos estudantes) e no Reina Sofia (também pelo facto de sermos estudantes, se bem que a partir das 19h toda a gente já podia entrar de borla), mas optamos por este último em grande parte devido à Guernica de Pablo Picasso, que lá está exposta (mas que não pode ser fotografada).

Fachada da recente ampliação do Museo Reina Sofia
"Brushstroke", de Roy Lichtenstein
Conjunto de quadros que apreciamos

Permanecemos dentro do Museo Reina Sofia durante uma hora e depois disso dirigimos-nos, já muito cansados, para o hotel, de onde só saímos na manhã seguinte. Durante o trajeto ainda entramos num mini-mercado, onde compramos uns snacks que serviram basicamente de jantar.

2 comentários:

  1. Olá,
    Gosto da forma como descreves as tuas viagens!
    Ajudam a planear a viagem.
    Parabéns pelo blog, continua assim.
    bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá Lou!

    Obrigado pelo comentário :) O objetivo deste blog é mesmo esse: ajudar outras pessoas a prepararem a sua viagem.

    Visitei o seu blog e também achei que está muito bom :)

    Cumprimentos

    ResponderEliminar